08/06/2024 23:10

Dia Mundial Da Água: Palestras Mostram Importância Da Conservação Ambiental Em Ilhabela

Na última sexta-feira (22), a Prefeitura de Ilhabela celebrou o Dia Mundial da Água com duas palestras sobre a conservação dos recursos hídricos e os riscos das mudanças climáticas. O evento foi uma iniciativa das Secretarias de Meio Ambiente e de Administração e reuniu cerca de 150 pessoas no Auditório Pasquale Colucci, no Paço Municipal.

Estiveram presentes para as palestras alunos da E.M. Major Olímpio e da E.E. Doutor Gabriel Ribeiro dos Santos, além de representantes do Rotary Club de Ilhabela e moradores da cidade. De acordo com a secretária de Meio Ambiente e Engenheira Florestal Kátia Freire, eventos como esse têm a capacidade de gerar uma reflexão profunda nas pessoas sobre a preservação ambiental.

“O dia 22 é muito importante, pois a água é vital para a nossa vida, ainda mais aqui em Ilhabela, onde quase 94,6% do nosso território é formado por floresta de Mata Atlântica preservada que dependem da água e são geradoras de mananciais. A população tem que ter essa consciência, pois temos um berçário aquífero maravilhoso e que precisa ser preservado”, concluiu.

Alterações climáticas

A primeira palestra foi ministrada pelo do Dr. Ronald Buss de Souza, oceanógrafo coordenador do Grupo de Oceanos e Criosfera do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), com o tema “Oceanos e a Água num Clima em Mudança”.

“Estamos vendo uma mudança no padrão do clima e essa mudança já está o ocorrendo desde a revolução industrial, causada pela elevação dos índices de dióxido de carbono, um gás que gera calor quando exposto aos raios solares. Então, somos nós, seres humanos, os principais causadores da alteração nos padrões climáticos, causando eventos cada vez mais extremos e frequentes”, alertou o oceanógrafo.

Conservação dos recursos

Já o técnico em Sistema de Saneamento da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP), Iucif Karin Chaaban, alertou sobre a importância do tratamento da água e da conservação dos recursos hídricos.

“Apenas 3% da água no mundo é doce, ou seja, disponível para consumo. Desse total, 69% estão em geleiras, 30% em reservatórios subterrâneos e 1% em rios e lagos, que são as principais fontes de captação”, explicou.

O palestrante ressaltou a importância de preservar a água e mostrou exemplos de como podemos contribuir com a economia individual em nossas casas.

“Só de escovarmos os dentes com a torneira fechada economizamos até 79 litros em um apartamento, já que ele tem mais pressão na torneira. Regular a válvula da descarga para utilizar somente o necessário e consertar vazamentos são alguns dos exemplos de como economizar”, exemplificou.

O técnico ainda ressaltou que Ilhabela é privilegiada, pois apresenta autossuficiência na captação de água e sempre que os níveis estão baixos, com pouca água nos rios, o clima e a vazão das chuvas voltam a fornecer água para os reservatórios.

“Há 15 anos que observo esse ciclo de escassez em que a seca deixa até mesmo as cachoeiras com o fluxo reduzido. Quando está no mínimo, São Pedro vem e auxilia a cidade com chuvas que voltam a reabastecer. Isso acontece em grande parte por conta dessa natureza toda, que nos ajuda a manter uma precipitação frequente. Isso não acontece em todos os municípios do Litoral Norte e evidencia a importância da preservação”, destacou.

Ação de Limpeza da Praia

Uma Ação de Limpeza de Praia aberta ao público também ocorrerá no sábado, dia 6 de abril, por volta das 9h, na Praia do Perequê. O ponto de encontro das equipes será em frente ao Espaço Baleia Jubarte para realizar a coleta de lixo tanto na faixa de areia quanto no mar.

A secretária de Meio Ambiente e Engenheira Florestal, Kátia Freire, destaca a importância da água como substância imprescindível à manutenção de toda a vida terrestre, sendo as ações de limpeza fundamentais para a preservação da água e para a biodiversidade. “Os desafios são grandes e não podem ficar restritos apenas às entidades públicas, cabendo a todos a conscientização e preservação dos recursos hídricos”, disse.

Em terra, a coleta será comandada por funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e por integrantes do Instituto Argonautas. Já na água, atletas de Canoa Havaiana das principais bases da cidade recolherão o lixo flutuante. Todo lixo coletado na ação será pesado, triado e direcionado ao Centro de Triagem “Nega Malu”.

Fonte: PMI

Veja também