10/06/2024 17:03

Defesa Civil do Estado realiza capacitação, exercício simulado e prepara São Sebastião para o período de chuvas

Nesta terça (24) e quarta-feira (25), São Sebastião recebe o Ciclo de Treinamentos da Defesa Civil do Estado para o período das chuvas de verão, destinado aos agentes de defesa civil dos municípios do Vale do Paraíba e Litoral Norte. No sábado (28), moradores da Vila Sahy participarão de um exercício simulado de abandono de área de risco, organizado pela Defesa Civil Municipal em parceria com a Defesa Civil do Estado.

Na quinta (26) e sexta-feira (27), agentes da Defesa Civil Estadual distribuirão uma cartilha desenvolvida pelo Governo de SP com informações úteis para os moradores da Vila Sahy, com orientações de prevenção aos desastres e explicação sobre o processo de demolição dos imóveis interditados e a reconstrução das novas moradias que serão entregues às famílias que ficaram desabrigadas após o deslizamento de terra que atingiu o bairro em fevereiro deste ano.

Ciclo de treinamentos

Na edição deste ano, o Ciclo de Treinamentos para Chuvas de Verão contará com oito oficinas presenciais e realizadas em todas as regiões que operam os Planos Preventivos de Defesa Civil para deslizamento de terra e inundação. Todos os agentes dos municípios do Vale do Paraíba e Litoral Norte foram convidados a se inscrever pela plataforma virtual da Escola de Defesa Civil.

As aulas são divididas em dois dias e contam com instrução técnica do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo, voltada à orientação sobre os procedimentos para o resgate de animais domésticos, a Climatempo discorrerá sobre as condições climáticas previstas para os próximos meses. O Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da Universidade de São Paulo (CEPED-SP/USP) falará sobre a gestão da logística humanitária.

A Divisão de Resposta da Defesa Civil abordará os processos necessários para a decretação da situação de emergência e estado de calamidade pública.  No segundo dia, os alunos farão uma vistoria de campo acompanhada pelos técnicos do Instituto de Pesquisas Ambientais (IPA) e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), com o objetivo de capacitá-los a reconhecerem as características do solo e identificarem sinais que antecedem os deslizamentos de terra em locais de risco, a partir de conceitos geológicos e ambientais.

Simulado e Mapa Comunitário

No sábado (28), os moradores da Vila Sahy participarão do um exercício simulado para abandono de área de risco organizado pela Defesa Civil Municipal em parceria com a Defesa Civil do Estado. O evento simulará ocorrência de deslizamento de terra, com vítimas de soterramento e que afetará parte da comunidade. As equipes de resposta, juntamente com os moradores, terão que iniciar o trabalho logo após o desastre.

Todo o cenário será voltado para a pronta resposta das equipes, que atuarão no pós-desastre, na orientação da comunidade, como rota de fuga e no direcionamento para local de ponto de encontro, para que os moradores saibam como se comportar e agir durante uma tragédia.

No dia 4 deste mês foi realizada uma reunião preparatória com os moradores da comunidade para apresentar o projeto e eles aprovaram o simulado por unanimidade. O único pedido que fizeram é que não seja acionado nenhum tipo de sirene, que as ‘vitimas’ também são sejam caracterizadas com maquiagem e os locais de bueiro sejam marcados.

No dia, será implantado o Mapa Comunitário de Risco – Deslizamentos de Terra, onde será realizado um exercício com a população local explicando as informações contidas no material, além da fixação das placas de sinalização indicando, por exemplo, rotas de fuga, áreas sujeitas a deslizamentos, ponto de encontro para uma possível evacuação e local de abrigo provisório.

Também será criado o 1° Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil (Nudec), que é um núcleo formado por voluntários da própria comunidade, para promover uma consciência coletiva e uma mudança nos hábitos que possam evitar e/ou reduzir ocorrências de desastres. O Conselho Regional de Medicina Veterinária atuará no acolhimento aos pets resgatados durante uma situação de desastre.

Instalação de sirenes

A Defesa Civil reforça que vai instalar sirenes nas áreas de risco. Ao todo, três empresas apresentaram suas propostas. Após a abertura dos envelopes, a empresa Squitter Equipamentos ofereceu a melhor proposta, com valor de R$ 2.448.536,52.

Conforme o Estado, o valor representa uma economia de 46% aos cofres públicos, já que o valor referencial da licitação era de R$ 4,6 milhões. Após a análise documental, o processo foi homologado e o contrato assinado na última quinta-feira (19).

A empresa terá 120 dias para finalizar a instalação dos equipamentos nas cidades de São Sebastião, na Vila do Sahy; no Guarujá, na Barreira do João Guarda; e em Franco da Rocha, no Jardim dos Reis. Cerca de 10 mil pessoas serão beneficiadas. São Sebastião será a primeira a receber os equipamentos.

Fonte: saosebastiao

Veja também