12/06/2024 18:16

Jornalista da Globo pede perdão após defender ataque de Israel e ser criticado

O jornalista Jorge Pontual, do canal GloboNews, usou seu Instagram para se desculpar por ter demonstrado apoio um ataque de Israel a ambulâncias com palestinos.
 

“Minha intenção foi a de dar a versão de Israel. Admito que não fui feliz, pois a muitos pareceu um endosso. Isso seria impossível, ninguém tem informações seguras sobre o que lá se passa. Os palestinos de Gaza vivem uma tragédia, com muitas perdas civis, que lamento profundamente. Peço desculpas por não ter deixado isso claro”, escreveu ele.
 

Pontual marcou na publicação o perfil de Paulo Pimenta, ministro da Secom, a Secretaria de Comunicação Social do governo Lula. Isso ocorreu porque o político havia criticado o jornalista no X, o antigo Twitter, na manhã deste sábado (4).
 

“É inaceitável. É vergonhoso. É assustador. Jorge Pontual vem se notabilizando por uma postura manipuladora e covarde sobre a guerra no Oriente Médio. Uma coisa é condenar os atos terroristas, a morte e os sequestros de civis israelenses, outra é justificar as barbáries, o genocídio e a morte indiscriminada de milhares de crianças e inocentes palestinos”, publicou Pimenta.
 

No programa Em Pauta desta sexta-feira, dia 3, Pontual afirmou que Israel tem o direito de atacar combatentes do Hamas, a organização terrorista ativa na Faixa de Gaza.
 

“Israel já tinha avisado que se tivesse gente do Hamas nessas ambulâncias, atacaria. E não deu outra”, disse o jornalista. “Se eles estavam na ambulância, infelizmente era isso que Israel tinha que fazer. Alvejar esses seus inimigos. Agora, era uma ambulância, e morreram pessoas que estavam perto e que não eram do Hamas. Isso é um exemplo de como é complicada essa situação.”
 

O perfil da GloboNews no X publicou o pedido de desculpas de Pontual. Na mesma rede, pessoas publicaram ao longo deste sábado a frase “Globo apoia genocídio”.

Fonte Folhapress

Veja também