12/06/2024 13:54

MIS tem programação especial de música e cinema no feriado da Consciência Negra

A 19ª edição da Mostra Internacional do Cinema Negro é um evento gratuito com exibição de filmes e show do duo Ana Brasil e Ronaldo

No dia 20 de novembro, o MIS recebe uma programação especial gratuita em celebração ao Dia da Consciência Negra. No Auditório MIS, acontece a 19ª edição da Mostra Internacional do Cinema Negro (MICINE), com a exibição de um curta e um longa-metragem. Já na área externa do Museu, o duo Ana Brasil e Ronaldo apresenta o projeto Femininas Almas Negras do Samba.

19ª Mostra Internacional do Cinema Negro

Com criação e curadoria do professor Celso Luiz Prudente e com o tema “D’África à diáspora: o pensamento antirracista de Kabengele Munanga”, a Mostra Internacional do Cinema Negro – MICINE chega a sua 19ª edição em 2023.

Durante o encontro, idealizado com a perspectiva de ser um projeto acadêmico e cultural que reforce o respeito à diversidade e à inclusão, serão realizadas diversas atividades que celebram, principalmente, o cinema negro. No MIS, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo , acontecerá a exibição do curta-metragem “Kabengele, o griô antirracista”, que narra a trajetória do antropólogo congolês Kanbegele Munanga. Na sequência, será exibido o longa-metragem “Andança – os encontros e as memórias de Beth Carvalho”.

Programação

Kabengele, o griô antirracista – 17h 

(dir. Celso Luiz Prudente, Brasil, 2023, 27 min, Livre)

Uma observação crítica e reflexiva da trajetória de um antropólogo, Kabengele Munanga, que vem do Congo, em razão de uma perseguição implacável da ditadura local. Ele se tornou uma referência acadêmica na USP, na luta antirracista, junto com o movimento negro brasileiro.

Andança – os encontros e as memórias de Beth Carvalho – 18h 

(dir. Pedro Bronz, Brasil, 2023, 115 min, 12 anos)

Beth Carvalho, a “Madrinha do Samba”, foi uma das maiores sambistas do Brasil, ajudando a revelar grandes nomes e a revitalizar o gênero musical. Sua sensível capacidade de percepção da realidade fez com que ela própria documentasse os ilustres encontros ao longo dos seus 53 anos de palcos e pagode. As imagens do documentário são parte desse vasto acervo pessoal nas mais diferentes mídias: super-8, vh-s, mini-dv, k7 e fotos. O filme se debruça sobre esse material de Beth Carvalho para traçar um recorte único, íntimo da carreira e da vida dessa singular figura da cultura nacional.

Show Ana Brasil e Ronaldo – Femininas Almas Negras do Samba

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, o Museu da Imagem e do Som convida o duo Ana Brasil e Ronaldo para a apresentação do projeto Femininas Almas Negras do Samba, um show intimista que homenageia mulheres, intérpretes, cantoras e compositoras do gênero. O repertório perpassa gigantes da música popular brasileira, como Clementina de Jesus, Elza Soares, Dona Ivone Lara, Leci Brandão, Jovelina Pérola Negra, Beth Carvalho e Alcione.

Com um show ao ar livre, Ana Brasil e Ronaldo convidam o público a partilhar da harmonia gerada em mais de vinte anos de parceria, que resultou no lançamento do álbum “Nosso samba bossa nova”, com orquestração e regência de Denys Cristian, trabalho cuja relevância o fez permanecer entre os 20 títulos mais vendidos em 2011, inclusive no Japão. A parceria também gerou o lançamento do álbum “Para uma flor que o tempo levou”, em 2019, com destaque na rádio USP FM.

Ana Brasil possui uma longa trajetória na música, perpassando por diversos equipamentos culturais do Estado de São Paulo, com a voz doce e sincopada ecoando em Bibliotecas Municipais, CEUS, Casas de Cultura, Teatros, além de importantes casas de shows e rádios. Ronaldo Perez encarregou-se de liderar diversas bandas de artistas consolidados da música brasileira, como Charles da Flauta, Carmem Silva, Eliana de Lima, Noite Ilustrada e Silvinho. Estudou harmonia e composição em uma temporada no exterior, fato que lhe permitiu realizar viagens como maestro, arranjador e violonista.

Fonte: GovSP

Veja também