23/06/2024 12:30

“Netanyahu Critica Lula: “Ele Deveria se Envergonhar”

Durante sua visita à Etiópia, Lula afirmou que “os eventos em curso na Faixa de Gaza não são meramente um conflito, mas sim um genocídio”, fazendo paralelos com as ações do ditador nazista Adolf Hitler contra a população judaica.

O Primeiro-Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou no domingo (18) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “deveria se envergonhar de si mesmo”.

A declaração de Netanyahu seguiu a afirmação do líder brasileiro de que “a situação atual na Faixa de Gaza não é uma guerra, mas sim um genocídio”, referindo-se ao regime de Adolf Hitler e suas atrocidades contra os judeus.

“Hoje, o Presidente do Brasil comparou o conflito de Israel em Gaza contra o Hamas – uma organização terrorista e genocida – ao Holocausto. O Presidente Silva desonrou a memória dos 6 milhões de judeus assassinados pelos nazistas. Ele demonizou o estado judeu como o mais virulento antissemita. Ele deveria se envergonhar”, enfatizou Netanyahu.

As declarações foram feitas durante o discurso de Netanyahu na Conferência dos Presidentes das Principais Organizações Judaicas Americanas.

Anteriormente, Netanyahu havia criticado o Presidente Lula em sua conta no X (antigo Twitter): “As palavras proferidas pelo Presidente do Brasil são vergonhosas e sérias. É uma tentativa de trivializar o Holocausto e minar o povo judeu e o direito de Israel se defender.”

“Fazer comparações entre Israel e o Holocausto nazista e Hitler ultrapassa uma linha vermelha. Israel luta por sua defesa e pela garantia de seu futuro até a vitória completa, ao mesmo tempo em que defende o direito internacional. Decidi, juntamente com o Ministro das Relações Exteriores, Israel Katz, convocar imediatamente o embaixador brasileiro em Israel para uma repreensão severa”, declarou.

 

Lula Acusa Israel de Genocídio

O Presidente Lula concedeu uma coletiva de imprensa no domingo de manhã, marcando o fim de sua viagem à Etiópia e ao Egito.

“A situação em curso na Faixa de Gaza com o povo palestino não ocorreu em nenhum outro momento histórico. Na verdade, ocorreu. Quando Hitler decidiu exterminar os judeus”, afirmou.

 

Os comentários de Lula foram uma resposta a uma pergunta sobre a decisão de seu governo de aumentar o apoio financeiro à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Médio (UNRWA).

“É um conflito entre um exército altamente treinado e mulheres e crianças. Se houve algum erro dentro dessa instituição que administra os fundos, eles devem ser corrigidos, mas a ajuda humanitária ao povo não deve ser suspensa. Há quantas décadas eles estão lutando para estabelecer seu estado?”, acrescentou.

 

Israel Vai Repreender o Embaixador Brasileiro

Após as declarações, o governo de Israel anunciou sua intenção de repreender o embaixador brasileiro em Tel Aviv.

“As declarações feitas pelo Presidente do Brasil são vergonhosas e sérias. Ninguém minará o direito de Israel à autodefesa”, twittou o Ministro das Relações Exteriores de Israel, Israel Katz.

“Ordenei ao meu escritório que convoque o embaixador brasileiro para uma repreensão amanhã”, concluiu ele.

Veja também