23/06/2024 12:24

Participação feminina no agro avança em diferentes atividades

Pesquisa mostra que, no último ano, o número de mulheres trabalhando em empresas do agronegócio cresceu 13%, mas elas ainda representam apenas 16% da mão de obra do agro.

A participação feminina no agronegócio vem crescendo cada vez mais, seja no plantio, na colheita, no manejo do gado ou comandando todo tipo de veículo. Essa é uma atuação que avança nos diferentes tipos de atividades.

 

A agricultora Maria Helena Prado conta que gosta é da vida no campo. Ela seguiu o exemplo do pai e tirou o sustento da família com a produção rural. Maria cuida do pomar e da ordenha. Além disso, o leite ordenhado é usado para produzir doces.

 

Na fazenda, a produção rural é variada. O antigo espaço usado para fazer linguiça foi transformado em cozinha e loja de produtos artesanais.

 

Uma pesquisa de uma empresa de consultoria mostrou que, no último ano, o número de mulheres trabalhando em empresas do agronegócio cresceu 13%, mas elas ainda representam apenas 16% da mão de obra do agro.

Além disso, 34% dos cargos de liderança nas fazendas são ocupados por mulheres, um percentual maior do que em outros setores da economia. As mulheres que dão certo nesse meio fazem questão de ajudar outras mulheres, criando uma rede de apoio entre elas.

 

Cerca de 76% das mulheres disseram que é difícil serem contratadas e é preciso uma mudança cultural. Fora que 41% das mulheres que atuam no setor agro já foram questionadas em relação à capacidade delas.

 

Fonte: G1

Veja também