12/06/2024 19:36

Premiada Websérie Joseense sobre mobilidade urbana

“Ghost Bikes – Caminhos Interrompidos”, uma websérie da diretora e escritora Auira Ariak Boainain, foi premiado no Festival Mobifilm, dedicado à exibição de filmes, vídeos e programas de TV brasileiros sobre temas de mobilidade urbana e violência no trânsito. O incentivo veio do Fundo Municipal de Cultura (FMC), lei de fomento da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, que viabilizou o projeto Ciclistas Joseenses, disponível no YouTube.

A websérie nasceu de uma conversa entre Auira e Federica Fochesato, ativista no ciclismo joseense, sobre uma ghost Bike que tinha desaparecido do local onde ela foi colocada. Com o intuito de saber mais sobre esse desaparecimento, elas iniciaram uma longa pesquisa com familiares dessas vítimas de acidentes de trânsito, onde se depararam com várias questões ligadas à falhas na sinalização de trânsito, ciclovias que não são respeitadas e a recorrência dos acidentes envolvendo ciclistas.

Com esse trabalho, além de prestar uma homenagem a essas vítimas, a ideia da dupla era de conscientizar as pessoas e, principalmente, os motoristas sobre suas responsabilidades e o respeito aos pedestres, ciclistas e leis de trânsito.

“A mensagem deste trabalho, sobretudo, é sobre o respeito e o alerta para uma cidade, sob um olhar mais humano para o pedestre, para o ciclista e às famílias dessas vítimas. A intenção é conscientizar de que a mobilidade urbana é de responsabilidade pública”, disse Auira.

Mas esse não foi o primeiro projeto que Auira fez com recursos do FMC. Ao todo, foram três projetos viabilizados pelo Fundo Municipal de Cultural. O primeiro deles foi o livro infantil ‘Cora e a Cidade Sem Cor’; o segundo, esta websérie ‘Ghost Bikes – Caminhos Interrompidos’; e o mais recente é o curta metragem ‘Exu Santa Clara’.

“O Fundo Municipal de Cultura é essencial pois dá possibilidades artísticas, culturais e até geográficas da cidade que podem ser exploradas de forma inteligente e sensível. Essa é uma oportunidade de os artistas da cidade mostrarem seus talentos e reverterem isso ao público de uma forma maravilhosa”, concluiu Auira.

Sobre o FMC

O Fundo Municipal de Cultural (FMC), criado em 2013, é um mecanismo de financiamento público, com recursos diretos, para projetos artístico-culturais de artistas, grupos, coletivos ou outras entidades e empresas que trabalham na área artístico-cultural, a serem realizados na cidade de São José dos Campos.

O Fundo Municipal de Cultura busca, desde sua criação, atender a cinco princípios:

1- Estimular a produção artístico-cultural local;

2- Ampliar o acesso às atividades artísticas e aos bens artístico-culturais para a sociedade;

3- Valorizar os profissionais das áreas artísticas e culturais;

4- Preservar o patrimônio cultural material e imaterial;

5- Estimular e fortalecer as formas de circulação de bens artístico-culturais na cidade de São José dos Campos.

Para acessar o recurso do Fundo Municipal de Cultura, é realizado anualmente um processo de seleção de projetos, por meio de editais, que são as regras da seleção, publicados no site da Fundação Cultural Cassiano Ricardo e no Boletim do Município de São José dos Campos. O interessado deve se inscrever e uma vez aprovado, receberá o recurso para realizar o projeto.

Fonte: FCCR

Veja também