10/06/2024 17:02

Verstappen vence prova com batidas em SP e supera recorde de 71 anos na F1

Max Verstappen venceu sua 17ª corrida em 20 disputadas na atual temporada da Fórmula 1 e quebrou mais um recorde na carreira. Foi na tarde de ontem 05/11/2023 em Interlagos SP

Com a vitória, Verstappen chegou a 85% de aproveitamento na temporada, superando a marca de Alberto Ascari, que teve um aproveitamento de 75% em 1952, com a Ferrari, quando venceu seis das oito etapas da temporada.

Mesmo que ele não vença mais nesse ano, o aproveitamento dele cairá no mínimo para 77,3%, o que garante o recorde.

Lando Norris (McLaren) e Fernando Alonso (Aston Martin), nesta ordem, completaram o pódio do GP de São Paulo.

Leclerc (Ferrari), que largaria na segunda posição, bateu ainda durante a volta de aquecimento e teve que abandonar a prova antes do início. A largada ainda contou com uma batida entre Albon (Williams) e Magnussen (Haas), que acionou a bandeira vermelha.

Cerca de 267 mil pessoas estiveram presentes em Interlagos durante os três dias do GP do Brasil de Fórmula 1.

A corrida sequer tinha começado e Leclerc (Ferrari), que iria largar na segunda posição, bateu durante a volta de aquecimento. O piloto monegasco teve um problema hidráulico no carro, rodou, bateu no muro após a curva do Laranjinha e teve que abandonar a prova.

A largada ficou marcada por outra batida. Alexander Albon (Williams) tentou ultrapassar Hulkenberg (Haas), mas tocou no carro do alemão e acertou Kevin Magnussen (Haas). Os dois saíram na primeira perna do S do Senna e tiveram que abandonar.

Stroll e Alonso, ambos da Aston Martin, que largaram na segunda e terceira colocação após a batida de Leclerc, respectivamente, foram facilmente superados por Norris (McLaren) e Hamilton (Mercedes), que assumiram a vice-liderança e a terceira posição, nesta ordem.

A bandeira vermelha foi acionada ainda na segunda volta. Os pedaços dos carros na pista e a necessidade de reparação de uma barreira de proteção forçaram a paralisação da corrida.

Os pilotos tiveram que fazer uma relargada. Verstappen largou bem e abriu distância para Norris, evitando um ataque do piloto inglês. Hamilton, no entanto, não conseguiu segurar Alonso, que fez a ultrapassagem na reta oposta e subiu ao terceiro lugar. Por terem mexido no carro durante a bandeira vermelha, Ricciardo (AlphaTauri) e Piastri (McLaren) largaram dos boxes.

Norris tentou atacar Verstappen na oitava volta. O inglês diminuiu a distância de dois segundos para nove décimos e tentou o ataque, mas sem sucesso. Quem conseguiu subir no pelotão foi Sérgio Pérez. Na briga pelo vice-campeonato, o mexicano ultrapassou Russell e Hamilton em sequência para assumir o quarto lugar.

Zhou e Bottas, ambos da Alfa Romeo, abandonaram por problemas ainda na metade da corrida. Os dois pilotos vinham na parte de trás do pelotão. Mais tarde, foi a vez de Russell, da Mercedes, retirar o seu carro.

Com Verstappen e Norris sobrando na frente, a briga ficou pelo terceiro lugar no pódio. Fazendo boa prova, Pérez encostou em Alonso e pressionou o espanhol ao longos do final da corrida, conseguiu a ultrapassagem na penúltima volta, mas levou o troco logo em seguida.

Classificação da corrida
1 – Max Verstappen (Red Bull)
2 – Lando Norris (McLaren)
3 – Fernando Alonso (Aston Martin)
4 – Sérgio Pérez (Red Bull)
5 – Lance Stroll (Aston Martin)
6 – Carlos Sainz (Ferrari)
7 – Pierre Gasly (Alpine)
8 – Lewis Hamilton (Mercedes)
9 – Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
10 – Esteban Ocon (Alpine)
11 – Logan Sargeant (Williams)
12 – Nico Hulkenberg (Haas)
13 – Daniel Ricciardo (AlphaTauri)
14 – Óscar Piastri (McLaren)
15 – George Russell (Mercedes)*
16 – Valtteri Bottas (Alfa Romeo)*
17 – Guanyu Zhou (Alfa Romeo)*
18 – Kevin Magnussen (Haas)*
19 – Charles Leclerc (Ferrari)*
20 – Alexander Albon (Williams)*
*Pilotos não completaram a prova.

Agenda da Fórmula 1

17 a 19 de novembro: GP de Las Vegas
24 a 26 de novembro: GP de Abu Dhabi

fonte UOL

Veja também